PRO BONO | Casa da Criança e do Adolescente de Santo Amaro

30-Sep-2018

 

Descrição: 

 

A Casa da Criança de Santo Amaro  (CCSA) é uma organização não governamental,  que atende crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social. Sua  missão é apoiar o processo de desenvolvimento e formação desses pequenos cidadãos em seus três  Serviços: Acolhimento Institucional de Crianças e Adolescentes (SAICA), Casa Lar e Contra Turno Escolar (CCA). 

 

A entidade se propõe a oferecer um ambiente acolhedor, baseado em respeito e carinho, que possibilite o desenvolvimento integral das crianças e adolescentes atendidos.

 

A (CCSA) é composta por equipes profissionais multidisciplinares e voluntários. 

O Corpo diretivo conta com uma Presidente e 11 diretores, todos voluntários, que geralmente acompanham as atividades rotineiras da Casa. 

 

O principal desafio da CCSA  é reestruturação das atividades, estabelecimento de novas responsabilidades/competências, integração dos voluntários nas decisões administrativas, identificação dos principais processos e preparar para o processo sucessório da diretoria. Há 4 anos iniciou-se um processo de   profissionalização da  gestão da casa e assim reduzir conflitos entre a Diretoria, Staff e Voluntários. 

 

Os  recursos são alocados às questões do dia a dia da entidade deixando  em 2º plano o investimento em soluções e alternativas de gestão.

Os serviços da entidade tem características específicas inclusive com endereços diferentes. Decidiu-se então iniciar o programa pelo CCA.

 

Como oportunidade de treinamento dos Action Learning Coaches em formação , em consonância com a missão do WIAL, foi proposto um projeto com 10 sessões de Action Learning. Cada reunião teve a duração de 2 horas e aconteceram entre abril e julho de 2017. Os grupos foram formados privilegiando a pluralidade dos seus membros com representantes dos funcionários, membros da diretoria e voluntários. Beatriz, diretora responsável pela área de recursos humanos e a coordenadora do serviço participaram de todas as reuniões.

 

Problemas e Ações

 

Como proposta  optou-se por trabalhar os problemas levantados pelo grupo em cada sessão. De uma maneira democrática e consensual elegia-se o problema a ser debatido  . Ao longo das reuniões, foram trazidas questões como: falta de clareza nos processos, falta de regras transparentes para contratação de novos funcionários, falta de clareza em relação ao papel e regras para trabalho dos voluntários, deficiência no  fluxo de informação entre os diferentes grupos de trabalho e funcionários, comunicação entre staff e presidência e voluntários truncada.

Em cada reunião, os problemas foram explorados para fazer emergir uma outra visão, mais abrangente e com envolvimento de todos, que facilitou a geração de ações para respectivas soluções.

 

Aprendizados

 

Os participantes trouxeram como principais aprendizados: a importância de compartilhar os problemas, de ouvir uns aos outros, de não julgar, de entender que o problema às vezes tem uma solução simples e olhá-lo em perspectiva ajuda a ver a solução.

Perceberam seu progresso ao longo do processo e o quanto hoje os problemas são discutidos mais naturalmente e todas as pessoas envolvidas participam. Há uma percepção de que ainda há muito a caminhar, mas que foram despertados e ajudados a pensar nos seus próprios problemas. 

 

Testemunho da Maria Beatriz Calazans

 

A partir de meados de abril os funcionários do CCA foram agraciados com um programa de coach coletivo chamado WIAL Action Learning Coach. Uma metodologia para resolução de problemas complexos, importantes e urgentes e desenvolvimento de habilidades de liderança.​

O formato é genial porque permite que pequenos grupos consigam refletir profundamente mas de uma maneira objetiva em cima de um problema real. A partir do consenso sobre o problema ou desafio, essas pessoas criam um plano de ação e agem no que for necessário para sua implementação.

 

O que me encantou é a forma que eles abordam os problemas: 

  1. Sempre é apresentado um problema real.

  2. Os grupos são formados por um ou mais integrante de cada área (sem hierarquia estabelecida)

  3. As soluções emanam do grupo e um plano de ação é estabelecido em cada reunião.

  4. Todos conseguem se expressar criando um ambiente ao mesmo tempo livre e de respeito.  

A experiência com  pessoal do CCA está sendo muito produtiva e promoveu mudanças verdadeiras. Essas mudanças foram percebidas no dia a dia da instituição, na forma que cada um passou a abordar suas questões e o mais importante a forma como as pessoas passaram a ouvir o outro. Uma escuta genuína.

 

 

Comunidade Wial Brasil

Se você é Calc ou Certificando você também pode participar. Entenda como em nossa página Pro Bono

 

 

Please reload

Search By Tags